Personagens do folclore

O folclore brasileiro é recheado de lendas e contos que refletem a vivência do povo e que são transmitidos de geração para geração.

As histórias contam com diversos personagens, cada um com uma característica e que normalmente trazem consigo a incerteza da veracidade dos fatos narrados.

Saci Pererê:

O Saci é a lenda mais conhecida do folclore brasileiro, ele é representado por um menino negro, com apenas uma perna, usa uma carapuça vermelha e fuma um cachimbo.

A carapuça lhe permite ter poderes especiais que ele usa para confundir as pessoas e fazer travessuras, como por exemplo o redemoinho onde ele sempre surge.

Curupira:

O curupira é um menino que vive nas florestas, ele tem cabelo vermelho e os pés virados para trás que é para confundir os caçadores.

Ele é o protetor das matas e dos animais e por isso assobia para que os caçadores sintam medo e deixem as matas.

Iara, a Sereia:

A Iara é uma sereia muito bonita e de voz doce que atrai os pescadores para o fundo do rio para matá-los.

Antes de se tornar sereia, Iara era uma índia que despertava muita inveja, inclusive de seus irmãos que tentaram matá-la, mas ela era esperta e os matou primeiro.

Como punição ela foi transformada em sereia e lançada nas águas do Rio Negro e Solimões, onde vive atraindo os pescadores da região.

Mula sem cabeça:

A mula sem cabeça é a representação de uma mula sem cabeça e que solta fogo pelo pescoço, ela é um monstro que aparece quando uma mulher namora um padre e por castigo se transforma nesse monstro.

Boto cor de rosa:

O boto é um animal comum nos rios da região amazônica e a lenda diz que nas festas juninas o boto cor de rosa se transforma em um homem atraente que leva as mulheres para o fundo do mar para acasalar.

Essas mulher voltam grávidas e por isso os filhos de pais desconhecidos são chamados de filhos do boto.

Boitatá:

O nome boitatá tem origem Tupi Guarani e significa cobra de fogo, ela é uma protetora das matas e dos animais.

Os primeiros relatos do Boitatá são da época dos jesuítas, seu relato sofreu modificações que hoje chegaram à essa imagem de cobra de fogo que protege os animais e as matas.

Cuca:

A cuca é um personagem muito associado ao bicho papão que pega as crianças desobedientes e que não gostam de dormir.

A Cuca é representada por uma mulher muito má, com cara de jacaré, que nunca dorme e vigia as crianças.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *